Jogue Agora: The Legend of Zelda the Minish Cap


 Depois de terminar o The Legend of Zelda: Wind Waker eu não aguentei muito tempo e já resolvi começar jogar outro jogo da franquia, Minish Cap passou por muito tempo por mim quase que despercebido, um erro fatal, afinal o jogo mantem o nível de excelência da franquia e consegue ser muito criativo e inovador.

 The Legend of Zelda: The Minish Cap é o segundo jogo da linha temporal, após o Skyward Sword do Nintendo Wii e antecessor ao Four Swords Adventures do GameCube, este game foi lançado inicialmente para o Gameboy Advance mas hoje há possibilidade de jogar no Nintendo 3DS ou Nintendo Wii, através do Virtual Console.

 Um grande diferencial que este game traz é que ele foi desenvolvido pela Nintendo em parceria com a Capcom, o que só agravou ainda mais qualidade para o game.

Pipirico ripico pico picori!

 O grande vilão desta vez não é Ganondorf e sim Vaati, um terrível mago que transforma a princesa Zelda em uma estatua e deseja o poder da Triforce, Link precisará encontrar os Minish (umas especieis de duendes muito pequenos que só podem ser vistos por animais e crianças) e com a ajuda deles salvar a princesa, em sua aventura Link conhecerá Ezlo, um capuz magico que tem o poder de encolher o Link até o tamanho dos Minish.

 O jogo explora bem a capacidade do GBA tornando o visual bem agradável e bonito, há diversos upgrades bacanas no jogo como um gajado mágico, garras para escavar, um vaso que mais parece um aspirador de pó e até mesmo uma Ocarina! Fora os upgrades há diversos caminhos secretos que vão render boas horas para poder explorar tudo.

Vaati pilantra!

 The Legend of Zelda: The Minish Cap é um excelente jogo da franquia, os puzzles são bem divertidos no entanto eu notei que este jogo é um pouco mais fácil que os outros que joguei, mas não é nada que vai atrapalhar sua diversão.

 É uma pena que após terminar este game eu não verei mais o Ezlo, o capuz falante que fica na sua cabeça o tempo todo vai te render boas risadas, assim como Ezlo este game inteiro vai te cativar bastante e te render boas horas de pura diversão e dor de cabeça para desvendar os enigmas, é claro!