Jogue Agora: Castlevania Rondo of Blood


 Castlevania: Rondo of Blood (ou no original Akumajō Dracula X Chi no Rondo) é uma joia rara da franquia tão adorada da Konami, lançado em 1993 para o TurboGrafx-16 ele infelizmente caiu por muitos anos no esquecimento, o console no qual ele foi lançado infelizmente foi esmagado ela concorrência e este jogo só foi ganhar sua devida atenção no remake lançado para o PSP.


 O TurboGrafx-16 (ou PC Engine, como era chamado no Japão) foi um console lançado em 1987 no Japão e em 1989 nos Estados Unidos, ele foi o primeiro videogame a utilizar jogos em CD (usando um assessório para o videogame vendido separadamente, assim como o Sega CD do Mega Drive), isto possibilitou ao console portar jogos com uma qualidade gráfica e sonora acima dos concorrentes mas isto não impediu que ele fosse esmagado pelos grandes campeões da época (Super Nintendo e Mega Drive), apesar das baixas vendas o aparelho teve excelentes jogos, como o caso de Castlevania: Rondo of Blood.

Luta contra o Morte logo no começo

 Este jogo chegou a ser portado para o Super Nintendo em 1995, no entanto a versão do SNES chamada de Castlevania: Dracula X (Akumajō Dracula XX no Japão e Castlevania: Vampire Kiss na Europa) ficou muito inferior a versão do TurboGrafx, a jogabilidade, os gráficos e a trilha sonora não chegaram a altura no que foi feito na versão original deste jogo.

 O game segue o estilo clássicos dos Castlevanias, sendo dividido em fases, no entanto é possível tomar diversos caminhos diferentes, cada um o levara a um lugar destinto com um chefe especifico o que lhe da um gosto a mais para explorar cada canto das fases e tornar o fator replay muito alto.

Comparação entre as versões

 Em determinado ponto do jogo é possível salvar a Maria Renard, feito isso ela pode ser uma personagem jogável também! Ela tem uma jogabilidade bem diferente do Richter Belmont o que aumenta ainda mais a diversidade do jogo.

 Seguindo a mesma filosofia dos jogos clássicos a dificuldade neste game é bem alta, a jogabilidade é muito boa o que te faz querer melhorar para passar nos desafios cada vez mais pesados, comparado com o Castlevania: Symphony of the Night muitos podem até achar esta jogabilidade um pouco travada mas ela não pode ser considerada ruim, na verdade é até bem fluida para os desafios necessários do game.

Maria Renard

 O jogo conta com dublagem e animações bem impressionantes para a época, os chefes são bem diversificados e exigem ótimos reflexos, sem exagerar, este é o melhor jogo de Castlevania depois de Symphony of the Night do Playstation e Sega Saturn.

 O jogo chegou a receber um remake no PSP no qual é possível desbloquear esta versão original, vale muito a pena conhecer Castlevania: Rondo of Blood, um game a frente do seu tempo e que envelheceu muito bem.