Crítica a Capitão America: Guerra Civil (Com Spoilers)

 Enfim Capitão America: Guerra Civil chegou! Ao lado de Batman v Superman foi o filme mais aguardado do ano, no caso de Guerra Civil não dividiu tanto as opiniões quanto o filme da DC (eu gostei de Batman v Superman mas com muitas ressalvas), como o filme já está em cartaz já faz um tempinho já da pra falar abertamente com spoilers, então bora lá!

 Eu não estava muito otimista para Capitão America: Guerra Civil, o quadrinho em que o filme foi (não totalmente) baseado escrito pelo Mark Millar e desenhado pelo Steve McNiven é meu quadrinho Marvel predileto (ao lado de Demolidor: A Queda de Murdock), e com um elenco 10 vezes menor que nos quadrinhos e com um universo não tão bem estabelecido quando nos gibis eu sabia que se o roteiro fosse muito fiel não daria muito certo, ainda bem que a produção do filme entendeu essa dificuldade e soube usar isso a seu favor.

 Há, antes de continuar, escrevi um tempinho atrás uma crítica sobre Guerra Civil nos quadrinhos, clique aqui para ler.

 Bucky Barnes, o Soldado Invernal é a chave para todo o enredo do filme, tanto a trama da briga entre os heróis quanto ao segundo plot da história que na minha opinião foi a maior sacada que eles tiveram, se o filme fosse apenas o embate entre os heróis iria ficar massante e não conseguiria se igualar aos quadrinhos.

Capitão America vs Homem de Ferro
 É um filme do Capitão America, há toda a trama e os personagens são bem desenvolvidos mas o foco é sim no Steve Rogers (Chris Evans), apesar disso nós conseguimos desenvolver uma simpatia e entender as motivações do Tony Stark (Robert Downey Jr), não há um lado totalmente certo na história, ambos tem suas motivações, razões e defeitos, isso ficou muito bem desenvolvido no longa, mais um ponto para o filme.

 Só pra constar eu sou TeamCap sempre.

 O filme tem algumas coisas que me incomodaram, a participação do Homem Aranha apesar de legalzinha foi totalmente dispensável, não acrescentou em nada na trama e só estava lá mesmo para alavancar nas bilheterias, não curti também a escolha do ator e ter deixado o Peter Parker tão novo, há quem tenha gostado, não foi meu caso.

 Outro personagem introduzido no universo cinematográfico da Marvel foi o Pantera Negra, este sim eu curti muito e por já ter aparecido aqui vamos esperar que em seu filme solo a Marvel pule algumas partes de origem, já to enjoado de filme de origem de super herói.

TeamCap
 O filme é bem mais humorado que o Capitão America 2: O Soldado Invernal, raras piadinhas não funcionaram bem, uma aula de mesclar humor, drama e ação que Vingadores 2 faltou.

 Pode não ser o melhor filme da Marvel mas Capitão America: Guerra Civil entra fácil no meu top 5 da franquia, vai ser interessante assistir daqui pra frente o que os eventos deste filme vão influenciar no universo daqui pra frente, estou no aguardo.

 As cenas de ação ficaram muito legais, a fuga do Barnes e do Steve Rogers é fantástica, nem nos quadrinhos o Capitão America conseguiu ser tão foda usando seu escudo.

Os homi de ferro
 Um grande destaque deste filme pra mim foi o Falcão, que personagem legal, seria bacana se em um futuro ele se tornar o Capitão America assim como nos quadrinhos atualmente, não sei se funcionaria bem em um filme solo mas em Capitão America: Guerra Civil ele conseguiu me surpreender.

 O filme largou algumas pontas soltas para futuros filmes, tal como o relacionamento da Feiticeira Escarlate com o Visão, quem sabe no futuro isto possa ser melhor explorado.

 Para não me alongar demais o filme é excelente, vale o seu ingresso e será com certeza um dos melhores do ano, não superou os quadrinhos mas ainda sim é um um longa obrigatório para os fãs de super heróis.