Motoqueiro Fantasma: Estrada para a Danação

 Motoqueiro Fantasma: Estrada para a Danação foi uma doce surpresa para mim, estava procurando algo menos rotineiro para ler (ou seja, que não fosse da DC Comics) e acabei me deparando com este quadrinho escrito pelo grande Garth Ennis, se tu curte histórias de céu e inferno com humor negro e muita violência vai se sentir em casa lendo esse quadrinho.




 O Motoqueiro Fantasma está preso ao inferno, sempre tentando fugir e sendo pego, seu corpo é dilacerado e reconstruído para que no dia seguinte sofra os mesmos castigos.

 O arcanjo Malachi faz uma proposta ao motoqueiro: se ele conseguir devolver o demônio Kazaan as profundezes ele será livre do inferno, no entanto ele precisará agir antes que o demônio Hoss ou a arcajo Ruth cheguem na criatura antes dele, além de sua liberdade o Motoqueiro Fantasma precisará lidar também com o fim do mundo.

Ruth na motoca

 O roteiro é escrito pelo Garth Ennis (Hellblazer Infernal, Justiceiro Max, Preacher), a narrativa é absurda e cheia de humor negro, o enredo caiu como uma luva para o estilo do Ennis, vale citar que este quadrinho saiu para o selo Marvel Max, divisão de quadrinhos adultos da Marvel.

 Já os desenhos são do Clayton Crain (A Maldição do Spawn), sua arte estilizada mesclada com uma colorização realista deixaram as páginas surreais, as cenas de ação são cheias de exagero e violência em excesso, a arte e o roteiro casaram perfeitamente.

Ta pegando fogo bicho!

 Motoqueiro Fantasma: Estrada para a Danação é considerado por muitos a melhor história do personagem, se não conhece bem o personagem recomendo ler este quadrinho, da pra entender tudo direitinho, é dividido em 6 capítulos e da pra ler rapidinho, em uma cagada tu já terminou o quadrinho (preciso parar de falar estas coisas).

 E se quiser conhecer mais sobre o personagem, faça um favor a si mesmo, não veja a porra do filme com o Nicolas Cage, alias, não veja nenhum filme que tenha o Nicolas Cage no elenco, se tem uma lição que eu posso deixar para o mundo é essa.