Need For Speed: Carbon (Review)

 Nos meados dos anos 2000 a franquia Need For Speed vivia sua melhor época, após emplacar clássicos como NFS: Underground e NFS: Most Wanted a EA pegou tudo que deu certo nos games anteriores e lançou NFS: Carbon em outubro de 2006, é, já fazem 10 anos que esse game saiu!




 O jogo é uma sequencia direta do game Need For Speed: Most Wanted lançado em 2005, o jogador após ter fugido da policia em Rockport acaba parando na cidade de Palmont, no entanto o ex-sargento Cross (Dean McKenzie) acaba encontrando ele, sua BMW M3 GTR é completamente destruída e o jogador precisará começar tudo do zero de novo, com a ajuda de Nikki (Emmanuelle Vaugier) o jogador montará seu time e lutara para controlar todos os territórios da cidade.

 O game oferece três tipos de carros para o jogador escolher: Turners que possuem uma boa velocidade final e baixa aceleração, Muscles que possuem boa aceleração e uma velocidade final baixa e Exotics que são carros equilibrados, excelentes para iniciantes.


 Em Need For Speed: Carbon devemos também criar nossa equipe, além da customização do emblema e do nome nós vamos encontrando membros para o time, há três classes de corredores, cada um com sua finalidade, Blockers que atrapalham os adversários, Scouts que procuram atalhos nas pistas e Drafters que te dão vácuo para ganhar mais velocidade.


 Além das corridas na cidade de Palmont temos o grande chamariz do game, as corridas nos desfiladeiros, além do visual muito bonito elas demandam muita concentração e tensão, criando o clima necessário para os momentos decisivos do jogo.

 Need For Speed: Carbon foi um dos jogos da franquia que mais recebeu ports, a qualidade varia entre as versões belíssimas do Playstation 3 e Xbox 360 até a versão nojenta lançada para o Zeebo.

 Este foi o último game pra mim que me chamou a atenção antes da franquia ficar saturada, games como NFS: Pro Street e NFS: Undercover ainda mantiveram o seu patamar de excelência mas eram apenas mais do mesmo, Carbon manteve a jogabilidade despretensiosa com gráficos fantásticos para a época e uma campanha viciante.

 Se tem um ponto que Carbon perdeu para seus antecessores foi a trilha sonora, ela não é ruim mas não chega ao nível da soundtrack de games como Need For Speed: Underground.

 Este é um game que ainda vale a pena jogar, seja para relembrar ou conhecer a época áurea da serie Need For Speed, uma época de glória que infelizmente não deve se repetir.



Need For Speed Carbon
Desenvolvedora: EA Canada; EA Black Box
Publicadora: Electronic Arts
Data de lançamento: Outubro de 2006
Plataformas: Playstation 2, Xbox, Game Cube, Game Boy Advance, Nintendo DS, PSP, Mobile, Playstation 3, Xbox 360, PC, Mac e Zeebo.